N E W S

16/11/2017

Muitos líderes de empresas ainda não identificam adequadamente os custos indiretos da má saúde - absenteísmo, deficiências, presenteísmo, os quais podem ser entre 2 a 3 vezes mais altos que os custos diretos.

Estudos associam má saúde com:

  • Redução na produção - presenteísmo

  • Aumento de erros e acidentes

  • Menor capacidade funcional

  • Menor qualidade de produtos e serviços

  • Maior absenteísmo

A má saúde é um risco para o negócio, pois empregados não saudáveis têm custos maiores, interferindo na capacidade da organização ser competitiva.

Investir no capital humano é sábio.

Companhias devem olhar com mais atenção estas questões ao mesmo tempo que desenvolvem seu plano estratégico.

Líderes conscientes deste cenário enxergam:

  1. Saúde como instrumento de desempenho ao invés de uma fonte de custos

  2. Saúde como investimento na proteção, apoio e melhora do capital humano.

Iniciativas incluem programas bem desenhados, integração dos benefícios de saúde, intervenções abrangent...

Please reload

Destaques

A PONTE ENTRE A ASSISTÊNCIA MÉDICA E A EDUCAÇÃO PESSOAL EM SAÙDE

02/08/2020

1/8
Please reload

Arquivos
Please reload

Acompanhe
  • Grey LinkedIn Icon
  • Cinzento Ícone Google+
  • Grey YouTube Icon

São Paulo - Brasil contato@cph.com.br

  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+