REFLEXÕES SOBRE O CONCEITO DE SAÚDE CORPORATIVA


Saúde deve ser percebida como forma de capital, da mesma forma como são percebidos conhecimento, habilidades, etc. É um recurso do dia a dia, facilitado pela combinação de conscientização, comportamentos, e ambientes que apoiem e estimulem práticas saudáveis.

Mais do que a definição classica, saúde significa ter energia e capacidade para fazer e apreciar aquilo que se gosta, manter competências sob ameaças, adversidades ou imprevisibilidades e saber se recuperar de traumas e exaustões.

Muitas empresas operam acreditando que alta performance está relacionada exclusivamente com capacidade intelectual e cognitiva. Para crescer e ter sucesso, companhias devem focar em todos os elementos da performance humana – corpo, emoções e espirito - considerando o indivíduo como um todo.

No cenário atual a realidade das empresas está mais ligada à saúde e bem-estar dos empregados. Somente ter pessoas presentes não necessariamente significa alta qualidade e produtividade. A atual pandemia, força tanto fornecedores quanto clientes a mudarem suas perspectivas - de uma abordagem que enfatiza a relação custo-qualidade, para uma abordagem orientada para o futuro, com criação de valores...

O “novo normal” reque indivíduos saudáveis, dentro de organizações saudáveis, respeitando e contribuindo para uma comunidade e meio ambiente saudáveis e que integrem saúde, qualidade pessoal e alta performance

FATORES QUE CONTRIBUEM PARA AUMENTAR O INTERESSE EM SAÚDE:

  • A cultura onipresente da doença na abordagem da assistência medica

  • Insatisfação de clientes

  • A busca unânime por melhor saúde

  • Provedor procurando oferecer algo mais efetivo

  • Necessidade de inovar é fator de sobrevivência.

NOVA ABORDAGEM:

Objetivos e Filosofia

  • Assistência médica - deseja um indivíduo livre de doenças; Tratamento numa única dimensão

  • Atenção à saúde - bem estar individual e melhora da saúde ambiental. Capacitação e pró-atividade; saúde multidimensional;

Responsabilidade em saúde:

  • Assistência médica - em primeiro lugar o médico, depois o indivíduo

  • Atenção à saude - em primeiro lugar o indivíduo depois o provedor do serviço

Abordagem do tratamento

  • Assistência médica - trata a doença até não haver mais sintomas e sinais; reativa; por episódio

  • Atenção à saude – programação pró-ativa para aspectos multidimencionais; ênfase em comportamentos duradouros

É evidente que a saúde e o bem-estar dos empregados é uma variável importante que afeta a produtividade e, nós sabemos por experiência própria de que o modo como nos sentimos (fisicamente, emocionalmente, socialmente e espiritualmente) afeta e influencia nossa produtividade.

“Estou convencido que a prevenção de doenças, através da educação é a escolha certa para o futuro da saúde corporativa. Nosso sistema atual não está estruturado para lidar com os custos crescentes do tratamento de doenças que são em grande parte possiveis de prevenção através de mudanças de estilo de vida”. HHS Secretary Tommy Thompson

A relação entre saúde, capacidade funcional, desempenho e produtividade deveria ser enfrentada de frente há muito tempo…

Destaques
Arquivo
Acompanhe
  • Grey LinkedIn Icon
  • Cinzento Ícone Google+
  • Grey YouTube Icon

São Paulo - Brasil contato@cph.com.br

  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon
  • Branco Ícone Google+