Série Promoção da Saúde Corporativa - Capítulo 2 CHINA

Essa série semanal baseada no livro GLOBAL PERSPECTIVES IN WORKPLACE HEALTH PROMOTION oferece um relato global do status da promoção de saúde nas organizações de 21 países contribuindo para uma força de trabalho mais saudável, aumento da produtividade e redução dos custos de assistência médica.

RICARDO DE MARCHI, MD


GRUPO SAÚDE CORPORATIVA


CAPÍTULO 2 - CHINA


Autores:

· Wei-Qing MD – Dep. of Epidemiology – School of Public Health – Guangzhou

· Jian Li MD – University of Wuppertal

· Grupos étnicos: Han Chinese 91,5%, Mongol, Tibetano, etc 8,5%

· Religião: Taoísta, Budista, Christian – 4% (oficialmente ateísta)

· Língua oficial: Mandarin

· Governo: Comunismo

· População: 1.400 bilhões

· Idade media: 35 anos

· Expectativa de vida: 74 anos

· Renda anual percapita: US$ 10.300,00


INTRODUÇÃO


A China está localizada no leste da Ásia e tem 9,6 milhões de km quadrados. A mudança demográfica, econômica e social ocorrida desde 1990 não tem precedentes na história humana.

A industrialização criou desafios substanciais em termos de impacto no bem-estar das pessoas, particularmente na saúde ocupacional. Um ponto importante é o número de horas trabalhadas ainda maior que na maioria dos países do mundo.


A Sociedade Chinesa de Promoção de Saúde no Trabalho através pela Workers' Health Global Plan of Action (2007 OMS) aponta que "os trabalhadores representam metade da população mundial, sendo os maiores contribuintes para o desenvolvimento econômico e social, e sua saúde é determinada não somente pelos riscos ocupacionais, mas também por fatores individuais e sociais, além do acesso a serviços médicos".

O objetivo 2 desse plano é "proteger e promover a saúde no trabalho".


Nos últimos anos o conceito de promoção de saúde no trabalho tem uma abordagem mais integrada, com foco no nível organizacional e individual e dessa maneira envolve trabalhadores e gestores, transformando o ambiente de trabalho em um cenário saudável.


Com a globalização, cada vez mais organizações estão conscientes de que uma força de trabalho saudável, qualificada e motivada é essencial para ganhar o jogo no atual momento do mundo. Um local de trabalho saudável pode assegurar um equilíbrio dinâmico entre os objetivos da empresa e as necessidades dos empregados para o desenvolvimento pessoal. A nível nacional, a China acredita que um ambiente saudável é um pré-requisito para o desenvolvimento econômico e social sustentável.


Questões predominantes

  • Expectativa de vida

  • Taxa de morbidade e mortalidade

  • Comportamentos de risco

  • Doenças e acidentes ocupacionais

Maiores desafios para o presente e futuro


o Reduzir comportamento de riscos e obter um estilo de vida saudável

o Prevenir doenças crônicas (principalmente d. cardiovasculares e diabetes)

o Promover a saúde e a segurança ocupacional


Sistema de Assistência Médica


O atual sistema de assistência médica chinês compreende hospitais, centros de controle e prevenção de doenças e institutos de inspeção de saúde em diferentes níveis administrativos: províncias, cidades e distritos.


Desde 2002 os centros de controle e prevenção de doenças e os institutos de inspeção têm a função de conduzir a vigilância em seus próprios níveis se reportando posteriormente a níveis superiores. Os hospitais geralmente são responsáveis por diagnósticos e tratamentos; os centros de controle pelas questões de saúde pública e os institutos de inspeção pela execução, fazendo cumprir padrões de saúde e aplicar a lei e os regulamentos relacionados nas práticas.


O total do gasto em saúde da China representa 5,35% do PIB de 14,34 trilhões de dólares. A quantidade de unidades de assistência médica e de profissionais mudou muito nas últimas décadas, e um fato surpreendente a escassez de profissionais de enfermagem em relação à média mundial


O desenvolvimento da educação é feito pelos Institutos de Educação em Saúde em diferentes níveis em 26 províncias e mais de 150 cidades. Com início em 1990, a promoção da saúde tem sido melhorada pelo desenvolvimento de diversos programas como a educação na escola, no local de trabalho, na comunidade em províncias e cidades. Enquanto isso há uma significativa mudança na condução da promoção da saúde passando da orientação dos fatores de risco para uma abordagem que leve a maior participação dos indivíduos e à e resolução dos problemas.


Influência da Cultura e Mentalidade


A saúde e as atitudes relacionadas à saúde pelos chineses são influenciadas pelos valores culturais. Em primeiro lugar os ensinamentos de Confúcio são os princípios para a interação social e têm grande influência no comportamento do chinês. Benevolência, justiça, lealdade, piedade e virtude são características e importantes conceitos no Confucionismo. Harmonia com o próximo e falta de egocentrismo, respeito aos pais e lealdade à família são os principais pontos.

Os chineses acreditam que esses princípios são fundamentais para a felicidade e para a saúde.


Um segundo ponto é o Taoísmo: “o homem se molda na terra, a terra no céu, o céu no caminho e o caminho no que é natural”. O taoísmo ensina que o ser humano deve estar em harmonia com a natureza (com o TAO) e para atingir a boa saúde deve se modificar para se encaixar no ritmo natural do universo. Uma terceira crença é a idéia do yin e yang. Esse conceito é uma extensão do Taoísmo e domina há tempos o modo tradicional chinês de pensar em saúde e doença.

Na medicina chinesa saúde é vista como a harmonia entre forças do yin e yang no interior do corpo e entre o corpo e o meio ambiente. Doença em contraste é vista como um desequilíbrio dessas poderosas forças.


A combinação das forças yin e yang é chamada de qi (energia vital), a qual é a fonte da vida e se manifesta como a energia circulante no organismo. O estudo do qi humano se relaciona com a saúde e a longevidade. O sistema qi forma a base para o diagnóstico e tratamento de doenças assim como da promoção da saúde e da prevenção de doenças.


Uma outra tradição chinesa é o budismo – compaixão, frugalidade e humildade são os 3 tesouros do budismo. Inn e ko (causa e efeito) são os princípios que encorajam as pessoas a fazerem o bem e com isso recebendo o bem como retorno. Então ser bom para as pessoas e ser uma boa pessoa são importantes nessa filosofia de vida. Quando as pessoas estão conscientes de seu comportamento e tem boa moral, não têm culpas e ficam em estado de paz; assim consciência e bondade promovem a saúde. A medicina tradicional chinesa cresceu nessa cultura e serve as pessoas por milhares de anos. Inclui também tratamento por ervas, acupuntura e dietoterapia.


Na China a medicina ocidental também é valorizada. Os fundamentos da tradição cultural chinesa em combinação com a ciência ocidental provavelmente serão importantes para a evolução futura da assistência médica, beneficiando a China e o mundo.


Impulsionadores da Promoção de Saúde no Trabalho


Leis e regulamentos relevantes - a lei estipula princípios básicos de prevenção e controle de doenças ocupacionais, medidas de proteção, monitoramento e gestão do ambiente de trabalho, diagnóstico de doenças ocupacionais, inspeções regulares e penalidades em decorrência a violações da lei

  • Controle da intensidade e concentração de riscos ocupacionais

  • Instituição de instalações apropriadas

  • Layout que obedeça aos regulamentos

  • Implantação de instalações sanitárias

Historico da promoção da saúde


Em 2000 foi lançada a Notificação de Implementação de Promoção da Saúde no Trabalho pelo Ministério da Saúde e Federação do Comercio. Requer que agências de saúde, escritórios, associações de comércio, fábricas e empresas em todos os níveis conduzam atividades de promoção de saúde baseadas nas condições locais. Recentemente o Instituto Nacional de Saúde Ocupacional lançou um programa nacional – Health Promoting Enterprisepara estudar modelos efetivos de promoção de saúde para empresas de diferentes setores.


Inspeção ocupacional e promoção da saúde: As duas áreas têm ações integradas pois o objetivo é o mesmo – melhorar a saúde ocupacional. A primeira foca nos aspectos mais rígidos do ambiente de trabalho enquanto que a última foca nos aspectos mais maleáveis como modificação de riscos, gerenciamento do stress, etc.


Conclusão

A promoção da saúde na China ainda está nos primeiros estágios, mas suas perspectivas são brilhantes devido à grande contribuição da China à economia mundial e ao desenvolvimento da saúde ao mundo.


GO AHEAD



Destaques